Registo  |  Pedidos  |  Login

  
  
 Imagens Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2

  • Imagens Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2
  • Imagens Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2
  • Imagens Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2
  • Imagens Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2
     
Pin It


Pimenta Picante dos Açores em pasta 370g x 2

Preço: 11,90 €

Disponível em 2-3 dias após o pedido

O preço inclui taxas, o preço não inclui o custo da entrega.

Deliciosa e versátil quem experimenta a Dona Pimentinha já não pode viver sem ela na cozinha,

Esta versão mais picante "Dona Pimentinha Picante" é para apreciadores mais exigentes dando um toque de picante forte em determinados pratos.

Na ilha de S.Miguel, nos Açores é vulgarmente conhecida por Pimenta Vermelha, Pimenta da Terra ou simplesmente Pimenta. No continente chamamos Pimenta da Terra para identificar esta pasta oriunda dos Açores, tão característica e sabiamente produzida.
A massa de pimenta obtém-se segundo um modo de fabrico artesanal, onde depois de cortadas e retiradas as sementes, as malaguetas são moídas num moinho próprio para o efeito. Entre outros segredos de confecção, esta massa é depois colocada em salgadeiras de barro por algum tempo.

Conserva-se em boiões ao longo do ano, pode ser utilizada em guisados, fritos, sopas, requeijão e queijos frescos, em aperitivos, bem como nos enchidos de porco (morcelas, chouriços e linguiça). Utilizada também em peixe feito no forno e barrada em pão de milho.
São diversas as variedades de pimenta ou malaguetas cultivadas nos Açores, umas mais picantes que outras.
O consumo de todo o tipo de malaguetas tem crescido mundialmente, nos últimos anos.A malagueta contem vitamina C e A e é uma boa fonte de fibra.


Origem
A malagueta açoriana é uma variedade muito próxima de uma malagueta da costa da Guiné e do Benim, de onde parece ter vindo por altura dos descobrimentos e das rotas comerciais das especiarias. A malagueta era uma forte "moeda" de troca. Além da malagueta (também chamada de Piripiri), as principais variedades são a Corno-de-Cabra e a Pimenta da Terra (ou Grada).
A "Dona Pimentinha Picante" é a versão extra picante, para quem gosta de sabores mais intensos.

Um frasco de Pasta ou Calda de Pimenta da Terra Dona Pimentinha Picante: 370g
Receitas para uso da Pimenta da Terra dos Açores

Historia
A D. Pimentinha é um produto da empresa Quintal dos Açores que produz e comercializa uma vasta gama de produtos alimentares recorrendo a receitas caseiras, tradicionais e antigas típicas da ilha de São Miguel.
Esta empresa da Candelária, uma pequena região desta Ilha, conta com 15 hectares de cultivo de onde vem toda a matéria prima utilizada na confecção dos seus produtos.
Comprometida com as raizes gastronimicas açorianas, a natureza e a genuinidade de produtos de qualidade onde este molho de pimenta já ocupa um lugar de destaque e uma grande procura.
Exporta para vários países europeus, para os países da diáspora portuguesa, participa em feiras e eventos gastronómicos, tendo sido já atribuídos diversos prémios e condecorações.

A utilização deste condimento em receitas populares generalizou-se a partir do seculo XVI.
Piripiri significa pepper-pepper em swahili (lingua oriunda da costa Este de Africa). Em Portugal é mais conhecida como Malagueta ou Jindungo, é uma variante (vermelha ou verde) picante da familia do pimento (Capsicum Genus).
Curiosa é a história desta especiaria e como chegou a Portugal conquistando esta metade do mundo.
Depois de Cristovão Colombo ter trazido as sementes de malagueta para a Peninsula Ibérica na sua segunda viagem ao "novo mundo", os Portugueses levaram estas sementes para serem plantadas nas suas colónias, Angola, Moçambique, Goa e mais tarde introduzida nos Açores. Desde logo a malagueta se espalhou até à Asia na rota do comercio das especiairias protagonizada pelos portugueses.
Hoje a malagueta cresce em muitos paises, para além do continente americano, como o Uganda, Malawi, Africa do Sul, Gana, Zambia, Zimbabwe, Moçambique, as florestas tropicais do Sudão, India e outros paises Asiaticos. Actualmente a India é um dos maiores produtores, consumidores e exportadores mundiais desta especie.
De facto existe uma correlação obvia entre a dessiminação gegráfica da malagueta e o seu consumo com a presença dos navegadores e comerciantes portugueses por estas paragens.

Inicialmente a malagueta era plantada por mera curiosidade botânica nos jardins dos conventos de Portugal e Espanha e logo os monges se aperceberam das potencialidades deste piripiri.
Em muitas casas portugueses é possivel encontrar mini plantações desta especie, permitindo sempre que necessario o uso da malagueta, conforme pedem tantos pratos tipicos portugueses.
O tradicional molho de piripiri é de origem portuguesa e é usado em paises de lingua oficial portuguesa como em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil mas tambem na Africa do sul. Alguns destes paises até replicaram o conceito de frango assado com piripiri pronto a levar para casa, um dos pratos portugueses mais conhecidos e apreciados por portugueses e estrangeiros.
Uma pequena capsula picante que iria influenciar para sempre os sabores na cozinha portuguesa.
 


Detalhes produto


Categoria: Condimentos

Peso produto: 0.99 kg.



Produtos similares


Deliciosa e versátil quem experimenta a Dona Pimentinha já não pode viver sem ela na cozinha. Na ilha de S.Miguel, nos Açores é vulgarmente conhecida por Pimenta...
8 €