Registo  |  Pedidos  |  Login

  
  
 Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)

  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
  • Imagens Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)
     
Pin It


Pasteis de Feijão de Torres Vedras (2 caixas 6 uni.)

Preço: 25,40 €

Disponível em 2-3 dias após o pedido

O preço inclui taxas, o preço não inclui o custo da entrega.

A região Oeste de Lisboa é rica em gastronomia de qualidade, genuína e muito saborosa, primando por um terreno fértil em produtos agrícolas, alguns até de DOP, famosos a nível nacional e internacional, como a Pera Rocha, a Ginja do delicioso licor - ginjinha, os legumes. Os mariscos que são também de óptima qualidade e os celebres doces regionais, onde praticamente cada região da zona Oeste, tem o seu.
Torres Vedras não poderia ser excepção, terra de bom vinho e dos célebres Pasteis de Feijão capazes de originar desvios da auto-estrada, visitas à cidade de Torres Vedras com justíssima causa e objectivo, feiras com o seu nome, festas e demais acontecimentos que movimentam a economia desta cidade.
Uma vila, que se tornou cidade devido à sua importância militar e estratégica que foi determinante para a defesa da cidade de Lisboa das invasões francesas. Uma cidade rica em história e beleza arquitectónica que vale a pena visitar.


Origem
Os Pastéis de Feijão de Torres Vedras, são feitos de uma massa constituída por feijão branco, gema de ovo, açúcar, amêndoa e farinha. Esta primorosa combinação faz desta iguaria, um ex-libris desta cidade.

Joaquina Rodrigues foi a pioneira destes maravilhosos pastéis à base de feijão com que presenteava os seus amigos e familiares. Os pastéis ganharam fama nas mãos de um familiar que os comercializa com enorme sucesso muito para além de Torres Vedras.
Posteriormente, as pastelarias da terra iniciaram o fabrico próprio dos famosos pastéis, segundo receitas da sua autoria, mas sempre com a amêndoa e o feijão por base.

A “Coroa” foi a primeira fábrica artesanal de pastéis de feijão. Esta fábrica incrementou de tal modo a produção que o seu proprietário decidiu mecanizá-la. Em 1973, já trabalhavam na fábrica, 14 empregados e eram produzidas 250 dúzias diárias.
Em meados do século XX, o pastel de feijão tinha-se assumido universalmente como o doce de Torres Vedras.
O processo de certificação do pastel de feijão está ainda em curso. No concelho, existem hoje 30 fabricantes (20 integram o processo de certificação, fase de qualificação como produto IGP -Indicação Geográfica Protegida, responsáveis pela produção de 660 mil pastéis de feijão por ano, que trazem um retorno muito interessante à economia local.

Em cada ano é eleito um produtor do melhor pastel de feijão, o prémio é conferido pela camara municipal e vencedor será o eleito para ofertas institucionais desta entidade, durante o ano seguinte. “Serra da Vila” foi uma das marcas premiados em 2011.

História
Torres Vedras é um dos 25 concelhos mais relevantes a nível nacional. A sua importância histórica remonta a época de 1700 A.C. segundo vestígios encontrados numa colónia da idade do Cobre - Castro do Zambujal - a 3 km da cidade.

Foi terra de reis e fidalgos depois da ocupação árabe (sec.X e XI) e in vasões romanas de onde o Castelo de Torres Vedras, é um testemunho. Este castelo sofreu sucessivas intervenções na época medieval e moderna e até as suas muralhas sucumbiram ao terramoto de 1755 que arrasou Lisboa. O castelo constituiu uma importante delimitação militar, integrado nas linhas de Torres construídas pelo duque de Wellington que consistiam em defender Lisboa da invasão Napoleónica (1810).

Esta cidade conta ainda com outras edificações de cariz religioso e histórico de relevo a nível nacional, já que foi muitas vezes utilizada, enquanto vila, como residência real, na idade média. Torres Vedras são a primeira região mais importante a norte de Lisboa.

Nos últimos anos, o fruto de 15 anos de actividade paleontológica, nesta zona, deu origem à descoberta de uma jazida que se supõe ser do Jurássico Superior, contendo ossos de dinossauros e outros vertebrados, descobertos numa jazida de grande diversidade que veio reforçar o elevado interesse e potencial científico da mesma já que terá sido provavelmente no período em que a Península Ibérica ainda estaria ligada á América do Norte.

 


Detalhes produto


Categoria: Doces Conventuais

Peso produto: 0.80 kg.



Produtos similares


Os Pastéis de Belém são feitos a partir de uma receita bem guardada na fábrica dos pastéis de Belém em Lisboa na "Oficina do Segredo". Origem...
32 €
Um delicioso doce de ovos envolvidos numa fina camada de massa estaladiça. Um doce requintado e muito procurado que todos elogiam. Informações Os pasteis de Vouzela...
7,50 €
Sintra é para além de Património Mundial da UNESCO, a vila portuguesa com mais habitantes. Tem uma história imensa e paisagens fantásticas de grande nobreza que...
16,50 €
Conta-se que estas queijadas surgiram "em massa" em 1756, pelas mãos de uma senhora de uma localidade próxima de Sintra, chamada Maria da Sapa que em sua casa em Ranholas e por conta...
22 €