Registo  |  Pedidos  |  Login

  
  
 Imagens Ovos Moles de Aveiro 250g

  • Imagens Ovos Moles de Aveiro 250g
  • Imagens Ovos Moles de Aveiro 250g
  • Imagens Ovos Moles de Aveiro 250g
  • Imagens Ovos Moles de Aveiro 250g
     
Pin It


Ovos Moles de Aveiro 250g

Preço: 8,10 €

Disponível em 2-3 dias após o pedido

O preço inclui taxas, o preço não inclui o custo da entrega.

Um doce tradicional de Aveiro, composto por uma deliciosa e requintada massa de doce de ovos no seu interior, envolvido em hóstia. Uma deliciosa tentação.


Origem
A produção original deste doce regional, os Ovos Moles de Aveiro, deve-se às freiras dos vários conventos existentes na zona, até ao século XIX.
Neste tempo a clara de ovo era utilizada para engomar os hábitos e clarificar o vinho, sobrando as gemas, o aproveitamento destas gemas originou estes soberbos ícones da gastronomia portuguesa.
Extintos os conventos, o fabrico dos ovos-moles passou de geração em geração, até aos nossos dias. 
Desde o início da linha de caminho-de-ferro, Porto-Lisboa que era tradicional a sua venda durante a paragem dos comboios na estação de Aveiro, feita por mulheres usando trajes regionais.
A "massa de doce de ovos" é também comercializada em barricas de madeira pintadas exteriormente com barcos moliceiros e outros motivos da Ria de Aveiro. Os Ovos Moles de Aveiro apresentam-se envolvidos em hóstia (massa especial de farinha de trigo), moldada nas mais diversas formas de elementos marinhos de grande influência, na vida desta cidade costeira, como amêijoas, peixes, bateiras, conchas e búzios.
Este foi o primeiro doce conventual a ser certificado no espaço comunitário. Este selo atesta a sua qualidade e autenticidade.


Caixas de 250 gramas.
Produto conservado a temperatura ambiente, certificado com IGP (identificação geografica protegida) e embalado em caixas.
Condições ideais de consumo até 15 dias.


3 Mitos na conservação dos ovos moles
1. Os ovos moles não necessitam de frio.
De facto a origem deste doce teve como primeira preocupação o aproveitamento e conservação das gemas que havia em abundância nos conventos, dai a utilização do açucar e a cozedura a altas temperaturas para garantir uma ideal conservação à temperatura ambiente, visto naquela altura não havia meios de refrigeração.
2. Os ovos moles devem ser conservados à temperatura ambiente fechados na caixa evitando a exposição ao ar. A sua validade ronda os 15 dias.
De facto a conservação no frigorífico, altera as condições ideais do recheio. O frio leva à cristalização do açúcar, o que subverte o prazer da prova do recheio, que deve ser cremoso e sem grânulos.
3. Poderá no entanto congelar dentro da embalagem e no dia em que os for consumir, retirar do congelador e colocar à temperatura ambiente, cerca de 4/6 horas antes. No entanto quem é que consegue resistir a estas deliciosas e premiadas tentações de Aveiro.


História
Os Doces Conventuais têm em Portugal uma forte raiz cultural, económica, histórica e religiosa, remontam o tempo dos descobrimentos e o condimento principal que abundava na altura em Portugal, o açucar, o "ouro branco" da Europa, oriundo das plantações de cana-de-açúcar  que Portugal introduziu com êxito, no Brasil e na Madeira. A "cultura do açucar" não tardou a fazer-se sentir na doçaria portuguesa, por todas as regiões e seus conventos, onde freiras e monges dedicavam o seu tempo a criar deliciosas e delicadas obras de arte com açucar e ovos, ingredientes que estão na base da maior parte deste doces conventuais.
A frequente utilização dos ovos na doçaria e pratos tipicos portugueses tem um peso histórico e cultural muito enraizado, o seu uso verifica-se em Portugal desde os romanos aos mouros, utilizados em requintadas sobremesas ou em pratos mais robustos, tipicos do interior de Portugal onde varias gerações de familias rurais, criavam galinhas e porcos como forma de sobrevivencia e sustento, principalmente até 1974.
Os ovos serviam o consumo familiar mas tambem representavam a moeda de troca para outros alimentos ou bens.
Pontualmente em casas mais abastadas ou conventos fora dos centros urbanos tambem era frequente encontrar criação de galinhas.
O excedente dava aso à criatividade nos pratos e bolos que viriam a fazer parte da tradição culinária portuguesa e algumas receitas ainda contam hoje com um grande número de ovos. 
O ovo rico em proteina, versatil na sua confeção e acessivel economicamente, tornou-se imediatamente num alimento transversal à culinária portuguesa. 

Região de Aveiro:

  

Segue o álbum do(a) Deli Portugal Portuguese Convent Pastryno Pinterest.


 


Detalhes produto


Categoria: Doces Conventuais

Peso produto: 0.30 kg.


Comentários


  • Iñigo Lafuente / há mais de um ano MostrarEsconder

    Estos dulces están deliciosos de lo mejor que hay, muy difíciles de encontrar, solo se venden en Portugal, asi que a los que les gusten este tipo de dulces de yema recomiendo esta pagina web para la compra.
    Saludos a todos


Produtos similares


Um doce tradicional de Aveiro, composto por uma deliciosa e requintada massa de doce de ovos no seu interior, envolvido em hóstia. Uma deliciosa tentação. Origem...
28,50 €
Caixas de miniaturas de Ovos Moles de Aveiro em formato de concha. Um doce tradicional de Aveiro, composto por uma deliciosa e requintada massa de doce de ovos no seu interior, envolvido em...
29,50 €
A partir do doce mais conhecido de Aveiro, o doce de Ovos Moles de Aveiro surgiu recentemente uma inovação deliciosa - Queijinhos de amêndoa e ovos moles - uma massa de amendoa com...
5,20 €