Registo  |  Pedidos  |  Login

  
  
 Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g

  • Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g
  • Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g
  • Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g
  • Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g
  • Imagens Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g
     
Pin It


Farinheira Porco Preto Alentejo DOP/IGP +-200g

Preço: 3,60 €

Disponível

O preço inclui taxas, o preço não inclui o custo da entrega.

O reconhecimento de Denominação de Origem Protegida (DOP) e Identificação Geografica Protegida (IGP), para a carne de Porco Preto, deram-lhe a dignidade merecida, até porque esta raça só existe no sudoeste da península ibérica. Desde então tem ganho vários prémios, menções e elogios gastronómicos em diversos países.

O porco preto de Raça Alentejana remonta ao início do séc. XX, possuindo uma genética ímpar em todo o mundo. Criado em total liberdade com uma alimentação totalmente natural à base de bolota, rica em ácido oleico, constituindo a chave da excelência da sua carne.

O Porco Preto é tambem chamado de Pata Negra ou Jimão como lhe chamam em Olivença (fronteira com Espanha).

À maneira portuguesa o Chouriço, a Linguiça e a Morcela assam-se numa canoa de barro com alcool até ficarem com a pele tostada, tambem se comem naturais, em fatias finas, com exceção da Farinheira e da Morcela que pode ser cozida ou grelhada mas inteira, delicadamente picada. A farinheira também pode ser feita no forno, um prato delicioso e menos gorduroso. O Chouriço e a Linguiça podem e devem entrar na confeção dos pratos e misturados com os outros alimentos dando-lhes um sabor muito especial e ligeiramente picante.

Farinheira de Porco Preto - Obtida a partir de toucinho seleccionado de Porco Preto de Raça Alentejana, contem pimentão, sal, alho e vinho. Apresenta um sabor intenso e pouco salgado.

Veja aqui as Receitas :)

História
O Porco Preto é uma raça específica alentejana. Uma raça histórica que remonta ao período do Império Romano, posteriormente cruzada com os javalis selvagens existentes em Portugal.
Os segredos da elevada qualidade desta carne, deve-se à liberdade de pastagem e sobretudo à alimentação natural da zona.
O Alentejo com as suas vastas áreas de montado de azinheiras e sobreiros, reúne condições ímpares para a criação do Porco Preto Alentejano. Percorrendo cerca de 2 a 3 ha por dia, na busca de bolotas em total liberdade durante 18 a 24 meses.
A bolota rica em ácido óleico é responsável por proporcionar a untuosidade à carne, tornando-a macia e rica desfazendo-se na boca em inconfundíveis aromas e sabores.
O presunto é uma fonte proteica de alto valor biológico, pode substituir, sem problemas nutricionais, as carnes frescas de vaca, ovelha e porco e é indicado em todas as idades. Segundo alguns estudos, o presunto de bolota é o mais rico em ácido oleico e por isso a sua gordura é saudável. Não tem colesterol mau, regula o colesterol bom e tem muitos minerais e vitaminas.
Na cura desta carne, em secadeiro natural o clima da região proporciona o excelente produto final.

Região do Alentejo:

  

 

 


Detalhes produto


Categoria: Farinheira

Peso produto: 0.20 kg.



Produtos similares


A transformação artesanal do porco preto e a valorização desta matéria-prima desde a origem até ao produto final e de forma biológica é o...
3,10 €
Deliciosa Farinheira artesanal premiada, tem origem no Fundão, avaliada com uma das melhores classificações. Prémio: Medalha de Prata Feira Nacional de Agricultura 2013...
12,80 €